quinta-feira, 28 de outubro de 2010

É como o vento: passa!


Sabe quando você acorda com desejo de "outros ares"?! Com vontade de pensar, agir e viver diferente do que se tem feito? Pois é, hoje eu acordei de cette façon*, com vontade de viajar, conhecer novos lugares, novas pessoas - quem sabe até un amour* - conhecer outros hábitos, costumes que não os meus, tuuudo diferente, longe dessa realidade a qual encontro-me enquadrada.

Deparar-me com vontades de conhecer o novo é rotina, adoooooro (como diz minha linda sobrinha Giovanna Sophia) me envolver com o misterioso, com o que eu não experimentei ainda e vejo que isso é que tem dado um gosto adocicado à minha vida. Mon Dieu*tudo é tão passageiro... para que se estressar? Hoje, numa conversa entre amigas, escutei: "A gente só sofre até o determinado momento que a gente quer". E é verdade! Numa das várias palestras que já assisti de Padre Fábio de Melo - que indiretamente tem me ajudado bastante a pensar além - ele disse: "A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional". Se sabemos que tudo passa, tudo mesmo, para que tanta lamentação? Eu sei, por vezes é beem difícil controlar esse sentimento, um exemplo é quando estamos sofrendo por amor - não é que existe mesmo uma dor? - E imagino que uma das piores, pois não tem um remédio, não tem médico nem farmacêutico que cure essa dor - só se for de outro jeito, ficando no lugar da pessoa que está causando tal desconforto =) Mas, mesmo sendo complicado, isso também passa! E é tão bom quando passa, e o melhor de tudo é que no fim a gente ri e a vida continua ...

   

* Em Francês:

De cette façon* - Desta maneira;
Un amour* - Um amor;
Mon Dieu* - Meu Deus;




Bises =*

Thaise Naiana.

2 comentários:

  1. hum...

    j'ai fait attention a une part: un amour. Trés interessant...

    Linda... adorei...
    soube do Enem...escrevi algo lá

    ResponderExcluir
  2. Un amour est toujours interéssant =)

    ResponderExcluir